Vivo recebe multa de R$ 45 mi por dar ingressos da Copa 2014 a agentes públicos - Itupeva Agora

Agora





terça-feira, 27 de outubro de 2020

Vivo recebe multa de R$ 45 mi por dar ingressos da Copa 2014 a agentes públicos






A Controladoria-Geral da União (CGU) multou a Telefônica Brasil (Vivo) por ter dado vantagens indevidas a agentes públicos. As punições por violar a Lei Anticorrupção foram formalizadas no 'Diário Oficial' da União de sexta-feira, 16.
A multa aplicada é de R$ 45,747 milhões. A decisão foi assinada pelo ministro da CGU, Wagner Rosario.
A operadora Vivo sofreu a punição por ter distribuído ingressos para a Copa do Mundo de 2014 a agentes públicos.




De acordo com a empresa de telecomunicações, que opera sob a marca Vivo, a distribuição dos ingressos ocorreu no contexto de ações de marketing e promoção institucional. Mas a ação foi considerada pela CGU como incompatível com os termos da Lei nº 12.846/2013, chamada Lei Anticorrupção. A ação da CGU foi instaurada após a repercussão do acordo de US$ 4 milhões firmado pela Telefônica com autoridades americanas, em função do pagamento de hospedagens e à distribuição de ingressos a representantes do governo em cargos estratégicos para os negócios da empresa, lembra o Valor Online.





Além de pagar a multa, a Vivo terá de informar à população brasileira sobre o processo. Ela deverá colocar um banner no seu site e na página da Telefônica Brasil por 30 dias, com chamada para a decisão condenatória em “local de fácil visualização e em destaque, antes do início da rolagem” e tamanho não-inferior a 300×250 pixels.
A Vivo também terá que veicular a decisão em um dos quatro jornais impressos de circulação nacional com maior tiragem, ocupando pelo menos 25% de uma página do primeiro caderno ou nos respectivos portais da internet.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícias relacionadas