Riqueza de bilionários cresce durante pandemia e bate recorde histórico - Itupeva Agora

Agora

quarta-feira, 7 de outubro de 2020

Riqueza de bilionários cresce durante pandemia e bate recorde histórico

 

O presidente e fundador da Amazon, Jeff Bezos, o homem mais rico do mundo, com fortuna de mais de 200 bilhões de dólares (Foto: Joshua Roberts/Reuters)





Enquanto o Banco Mundial prevê que,por conta da pandemia, pela primeira vez em 20 anos, entre 88 milhes e 115 milhões de pessoas podem ser levadas à extrema pobreza (considerado aquele que sobrevive com menos de US$ 1,90 por dia), um estúdio do banco suíço UBS e da PwC, divulgado nesta quarta-feira (07/10), apontou que os bilionários enriqueceram ainda mais durante o período.

De acordo com o levantamento, a riqueza dos bilionários passou de 8 trilhões de dólares, no início de abril, para 10,2 trilhões de dólares em julho, superando o recorde anterior, de 8,9 trilhões de dólares, registrado no fim de 2017.





Segundo o estudo, a riqueza dos bilionários chegou a diminuir US$ 564 bilhões nos primeiros meses deste ano, por conta da paralisação da economia no mundo, mas logo voltou e superou o patamar de 2019, favorecida pela forte alta nos mercados de ações. 

O número de bilionários no mundo também aumentou, de 2.158 em 2017, para 2.189 neste ano.

Já o número de pessoas em extrema pobreza deve ficar entre 9,1 e 9,4% da população mundial. Em 2017, a taxa era de 9,2% e a expectativa, antes da pandemia, era reduzir para até 7,9% neste ano.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícias relacionadas