Região - Suspeito de colocar fogo em companheira grávida diz à polícia que confundiu liquido em momento intimo do casal - Itupeva Agora

Agora

quinta-feira, 22 de outubro de 2020

Região - Suspeito de colocar fogo em companheira grávida diz à polícia que confundiu liquido em momento intimo do casal






Um homem de 27 anos foi preso suspeito de colocar fogo na companheira grávida de quatro meses, em Porto Feliz (SP), no depoimentoe ela afirmou à polícia que jogou líquido inflamável no tórax da vítima durante ato sexual. A mulher de 32 anos foi levada ao hospital com 90% do corpo queimado e está internada em estado gravíssimo na UTI do Conjunto Hospitalar de Sorocaba. As informações são do Portal G1.
Segundo a Polícia Civil, o caso foi registrado no dia 10 de outubro. A vítima teria sido socorrida e levada para a Santa Casa, onde disse aos médicos que o marido havia jogado álcool e colocado fogo em seu corpo. Ela também teria alegado que era ameaçada pelo suspeito.




A irmã da vítima também informou à polícia que achava que o casal estava separado e que, no hospital, o homem tentou entrar para ver a companheira, mas foi impedido pelo segurança após ela relatar as ameaças.
Para a polícia, o jovem relatou que comprou velas aromáticas em um sex shop para usar com a vítima. Durante o momento íntimo, segundo o rapaz, ele jogou o líquido inflamável que estava na garrafa porque pensou que era água. O líquido espirrou nas velas, o que teria causado o incêndio.
Ainda segundo o registro policial, ele afirmou que a companheira tinha o costume de guardar essência para fazer perfume em uma garrafa de água, mas ele não teria sido avisado.




Quando o fogo começou a se espalhar pelo corpo, o rapaz alegou que tentou apagar com uma cortina. Depois, saiu na rua para pedir ajuda aos vizinhos porque estava sem celular para chamar o resgate.
O caso está sendo investigado pela Delegacia de Porto Feliz. O delegado Andre Bonan afirmou que desconfiou da história apresentada pelo suspeito. Com isso, o homem foi preso temporariamente e encaminhado para a cadeia de São Roque (SP).




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícias relacionadas