Professor é decapitado na França após mostrar caricatura de Maomé em sala de aula - Itupeva Agora

Agora

sábado, 17 de outubro de 2020

Professor é decapitado na França após mostrar caricatura de Maomé em sala de aula






Nesta sexta-feira, um professor foi decapitado na França, proximo da escola na qual ele dava aula, o terrorista o atacou com uma faca e foi morto por policiais. Segundo fontes da polícia francesa, o homem que cometeu o crime era um russo de origem chechena de 18 anos. Ele chegou a gritar "Alá é o maior" antes de ser morto pela polícia.
A exibição das caricaturas aconteceu durante uma aula para alunos de 13 anos que tratava sobre liberdade de expresão, na semana passada, havia causado indignação de alguns pais.




O professor “foi morto porque ensinava a liberdade de expressão, a liberdade de acreditar ou não”, declarou o presidente francês, Emmanuel Macron, na noite desta sexta-feira, em visita ao local do ataque. Ao todo, 9 pessoas já foram detidas. Entre os novos presos estão dois pais de alunos do instituto onde o professor trabalhava. De acordo com a investigação, eles discutiram com o educador por causa da caricatura de Maomé exibida em sala de aula. Também foram presas três pessoas próximas ao agressor e quatro familiares dele, incluindo um menor de idade.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícias relacionadas