PR - Bebê de 3 anos morto pela mãe estava em um saco plástico e com urso de pelúcia - Itupeva Agora

Agora

sexta-feira, 2 de outubro de 2020

PR - Bebê de 3 anos morto pela mãe estava em um saco plástico e com urso de pelúcia





O bebê Isaac Carrilho Barbosa, de 3 anos, foi morto pela própria mãe e encontrado dentro de um saco plástico preto e com um urso de pelúcia em um riacho às margens da BR-277, no km 102, na divisa entre Curitiba e Campo Largo, na Região Metropolitana do Paraná. Segundo o delegado que investiga o caso, Nasser Salmen, na tarde de terça-feira, a mãe de Isaac, Caroline Carrilho Correia, de 29 anos, confessou que matou o menino no último dia 29. A criança estava bem vestida e parecia estar dormindo. A principal causa é por asfixia, já que a suspeita informou que usou as mãos para tampar o nariz e a boca do garoto.



Ele estava em um saco plástico preto, com um brinquedo apropriado para crianças e estava bem vestido. A fotografia é traumatizante”, disse o delegado responsável pelo caso. A mãe tentou o suicídio cortando os pulsos e pulando em um rio, mas foi socorrida ao Hospital do Trabalhador. O caso foi registrado na Central de Flagrantes da Polícia Civil, que investiga a motivação do crime. A mulher confessou ter matado o filho, mas não disse a razão. A Polícia Civil deve ouvi-la ainda nesta quarta-feira, dia 30.
Conforme Salmen, a linha de investigação ainda não está definida, mas três hipóteses já são levantadas pela polícia: crime passional, mental ou vingança. O marido da suspeita afirmou que ela sempre foi uma boa mãe.
— Não sabemos ainda as causas que a fizeram cometer um homicídio tão brutal. Nas redes sociais, ela demonstrava todo amor, carinho e atenção à criança. O próprio marido disse que ela era uma mãe muito dedicada. Os fatores que podem levar a isso são os passionais, mentais e vingança, tudo isso serão investigados — afirma o delegado




O crime aconteceu na tarde de terça-feira, dia 29. Por volta das 15h30, o Siate, que é o serviço de socorro do Corpo de Bombeiros, foi chamado para atender uma mulher que estava tentando tirar a própria vida. Os paramédicos informaram o caso à Polícia Rodoviária Federal (PRF), que encontrou Caroline já recebendo os primeiros atendimentos.
Conforme a PRF, os agentes indagaram a mulher sobre o motivo de estar naquele local, no bairro Rivieira, e ela confessou que queria se matar. Em seguida, a suspeita confessou que havia matado o próprio filho, Isaac Carrilho Barbosa, de 3 anos, e abandonado o corpo na mata próxima. Com a ajuda dos bombeiros, os policiais encontraram a criança já morta.
Caroline Carrilho foi autuada em flagrante pelo crime de homicídio, mas foi encaminhada sob custódia para o Hospital do Trabalhador, para receber atendimento. Por questão médica, a suspeita ainda não prestou depoimento para polícia. O advogado Igor José Ogar, contratado para defender a jovem, afirmou que ainda não teve em contato com ela.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícias relacionadas