Policial mata companheira, que também era policial e influenciadora digital, e depois comete suicídio - Itupeva Agora

Agora





terça-feira, 6 de outubro de 2020

Policial mata companheira, que também era policial e influenciadora digital, e depois comete suicídio

 

Foto: Reprodução/Instagram





Uma policial militar, que também era influencer digital e costumava divulgar seu trabalho na polícia pelo Instagram, foi morta pelo companheiro, que também era policial, nessa segunda-feira (05/10), em Ibotirama, na Bahia.

Segundo informações divulgadas pela PM, Edson Salvador Ferreira de Carvalho, de 33 anos, atacou Sylvia Rafaella Gonçalves Pereira, de 38 anos, e depois cometeu suicídio. Não foram informados detalhes sobre o feminicídio.

Edson era soldado da PM lotado na Companhia Independente de Policiamento Especializado (CIPE), e Sylvia pertencia à 28ª Companhia Independente de Polícia (CIPM/Ibotirama). Ela contava com quase 70 mil seguidores na rede social.

O casal tinha duas filhas, de 3 e 7 anos, que estavam no imóvel onde ocorreu o crime, mas não há informações se presenciaram as mortes.





Em julho deste ano, o agressor já havia sido preso em flagrante por violência doméstica e uma medida protetiva havia sido expedida, em favor de Rafaella.

A Polícia Civil da cidade disse que o casal tem duas filhas com idades entre 3 e 7 anos. Elas estavam no imóvel, localizado no bairro Morada Real, quando ocorreu o crime. Não há detalhes se elas presenciaram o feminicídio seguido de suicídio.

A polícia disse ainda que, em julho deste ano, Edson foi preso em flagrante por violência doméstica. Depois disso foi expedida medida protetiva em favor de Sylvia.

A polícia investiga a motivação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícias relacionadas