Mulher fica irreconhecível após reação alérgica a remédio para ouvido - Itupeva Agora

Agora

quarta-feira, 21 de outubro de 2020

Mulher fica irreconhecível após reação alérgica a remédio para ouvido





 



A norte-americana, Rachel Carey, de 38 anos ficou com o rosto irreconhecível após ter uma reação alérgica severa aos remédios para tratar uma infecção no ouvido.


A paciente fez o tratamento com amoxicilina, medicamento que ela já havia tomado sem problemas em vezes anteriores. Porém desta vez, na manhã seguinte a consulta, ela sentiu sua pele borbulhar.






Em entrevista ao DailyMail, Rachel afirmou os primeiros sintomas foram coceira na pele, além de ter pequenas bolhas e inchaço nos olhos e lábios “Eu não me reconhecia ao me ver no espelho, me sentia um monstro. Já tinha tomado os remédios anteriormente, mas não sei o motivo. Meu corpo os rejeitou desta vez”, disse ela.


Após ir três vezes ao hospital - e ser dispensada de volta para casa - sua condição piorou drasticamente. Ela foi internada em uma unidade de tratamento para pessoas com queimaduras e passou 12 dias recebendo tratamento para síndrome de Stevens-Johnson (SSJ), tipo de doença necrólise epidérmica tóxica causada por uma reação a um medicamento, e ficou 12 dias internada.






O caso ocorreu em novembro de 2019, mas só agora foi revelado. Apesar de ter a aparência recuperada. Rachel ainda sofre com olhos secos e descoloração suave da pele. Ela resolveu tornar o caso público, como uma forma de alertar médicos e pacientes sobre a síndrome de Stevens-Johnson.


“É preciso que exista uma educação e conscientização sobre essa doença e que coloquem avisos nos rótulos das farmácias de que a síndrome de Stevens-Johnson é um efeito colateral grave”.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícias relacionadas