Laboratório encontra fungos, bactérias e possíveis pragas em pacotes de sementes misteriosas - Itupeva Agora

Agora

quarta-feira, 7 de outubro de 2020

Laboratório encontra fungos, bactérias e possíveis pragas em pacotes de sementes misteriosas






Segundo o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, as sementes vieram da Ásia e já chegaram a pelo menos 24 estados brasileiros e ao Distrito Federal. A orientação do ministério é que as pessoas não abram os pacotes, além de não plantarem e não descartarem no lixo comum. Quem receber, deve entrar em contato com o órgão competente para retirada. 

Até o momento, foram confirmados 258 pacotes em 24 estados e no Distrito Federal. Os únicos estados que ainda não registraram o recebimento deste tipo de material foram Maranhão e Amazonas.





Além do Brasil, países como Canadá, Austrália e Estados Unidos também relataram o recebimento de sementes não solicitadas da China. 

Ainda não está claro o motivo das entregas, mas uma das hipóteses é que envio aconteça por técnica de fraude chamada de 'brushing'.

As grandes plataformas de vendas online,  utilizam a técnica para aumentar o seu ranqueamento, que funciona sob dois parâmetros: avaliação dos clientes (review) e o volume de vendas. Buscando aumentar as vendas, algumas plataformas começaram a enviar produtos para pessoas “fake”, ou eles mesmos comprarem as suas mercadorias. Outra estratégia é enviar um produto adicional, como se fosse um brinde para o cliente, com o objetivo de obter uma melhor avaliação. No entanto, no caso das sementes vindas da China, trata-se, muitas vezes, de consumidores que não pediram produtos. “Isso pode evidenciar um vazamento de dados, pois é possível conseguir endereço, nome completo e e-mail dos consumidores. Assim, estes recebem um pacote e a plataforma valida que foi realizada uma compra. A pessoa não denuncia e nem vai atrás e, como a empresa que enviou o produto tem os dados do remetente, ela cria uma conta no e-commerce e escreve uma avaliação em nome de quem recebeu o produto, mas não o solicitou. Olhando de fora, parece algo muito honesto: existe um pedido, um rastreador e um review que vai ranquear positivamente”, explica Igreja.






 - O Governo alerta que quem receber esses pacotes NÃO DEVE PLANTAR AS SEMENTES OU DESCARTAR NO LIXO.


- As sementes podem trazer ácaros, fungos, bactérias, plantas ou pragas que não existem no Brasil,colocando em risco a agricultura nacional, meio ambiente e até a saúde das pessoas.


- O cidadão deve entregar os pacotes em uma unidade do Ministério da Agricultura ou na Secretaria de Agricultura de seu estado.


- O cidadão não sofre qualquer tipo de autuação por entregar os pacotes.


- O Ministério pede que as pessoas NÃO DESCARTEM A EMBALAGEM ORIGINAL dos pacotes de sementes não solicitados. As informações contidas nas embalagens ajudam a rastrear a origem dos pacotes. É fundamental o apoio da população na entrega dos pacotes às autoridades agropecuárias.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícias relacionadas