Itupeva é eleita umas das cem melhores cidades para se envelhecer - Itupeva Agora

Agora

quarta-feira, 14 de outubro de 2020

Itupeva é eleita umas das cem melhores cidades para se envelhecer


Um indicador elaborado pelo Instituto de Longevidade Mongeral Aegon aponta que o estado de São Paulo concentra a maior parte das cidades do Brasil onde há melhores condições de vida para idosos. A cidade de Itupeva se destacou no estudo, ficando entre as 100 melhores cidades pequenas, ocupando a 73 colocação. A pesquisa completa pode ser vista nesse site




Chamado de Índice de Desenvolvimento Urbano para Longevidade (IDL), o indicador considera dimensões como cuidados de saúde, bem-estar, finanças, habitação, educação e cultura, além de indicadores gerais de desemprego, expectativa de vida e violência.
A pesquisa selecionou as mil cidades mais populosas do Brasil e as separou em dois grupos: as 300 maiores e as 700 menores.
O diretor executivo do Instituto de Longevidade Mongeral Aegon, Henrique Noya, avalia que as cidades mais bem posicionadas da lista não necessariamente são as que têm mais dinheiro disponível para investir.
"Passa por uma questão de bom uso dos recursos, mas também pelo foco por naquilo que a gente considera importante para promover qualidade de vida", afirma ele, que pondera que algumas cidades podem ser consideradas bons exemplos em alguma dimensão específica, apesar de terem uma colocação menos destacada no ranking geral: "Não existe uma cidade perfeita nos sete indicadores. Elas sempre têm alguma coisa para melhorar em algum ângulo".




Itupeva conta com o CCI que - exceto - nesse período de pandemia - desenvolve uma série de atividades voltadas à melhor idade, no intuito de estimular as habilidades socioculturais e psicomotoras deste público.
Além das atividades diárias, também são oferecidas terapia ocupacional, alfabetização para idosos por meio do programa EJA (Educação para Jovens e Adultos), sala de aparelhos ergométricos, salão de jogos, plantio e manutenção da Horta dos Avós.
“Meu marido e eu mudamos para Itupeva no final do ano passado. Descobrimos pela nossa vizinha o Centro de Convivência do Idoso, visitamos e nos apaixonamos pelo espaço. Hoje faço várias atividades oferecidas no CCI que mudaram minha rotina diária. Estou me sentindo outra pessoa, também conheci muita gente maravilhosa aqui”, disse a aposentada Regina Bezerra.
Para os idosos, Itupeva também conta com a Casa do Artesão, o espaço conta com produtos feitos pelas artesãs do município, como peças em rendas, porcelanas e até obras de pinturas em quadros, sendo uma opção de lazer para quem está na melhor idade.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícias relacionadas