Gravações do caso Robinho vazam. Conteúdo é forte - Itupeva Agora

Agora

sexta-feira, 16 de outubro de 2020

Gravações do caso Robinho vazam. Conteúdo é forte






Uma reportagem de Lucas Ferraz para o Globo Esporte, revelou gravações, feitas com autorização da Justiça, com falas absurdas de Robinho sobre um estupro coletivo contra uma jovem albanesa. A sentença da Justiça italiana condenou Robinho e Ricardo Falco, em primeira instância a nove anos de prisão por violência sexual de grupo, e as gravações foram cruciais para o veredito. A decisão do Tribunal de Milão, de novembro de 2017, ainda não é definitiva. Os advogados dos dois apresentaram recurso.




O caso aconteceu numa boate de Milão na madrugada do dia 22 de janeiro de 2013. Além de Robinho e Falco, outros quatro brasileiros teriam participado do ato. Como esses quatro deixaram a Itália no decorrer da investigação, eles estão sendo processados num procedimento à parte, disse ao Globo Esporte o advogado da vítima, Jacopo Gnocchi.
Uma das gravações mais decisivas para a condenação em primeira instância foi uma conversa entre Falco e Robinho que indicou ao tribunal que os envolvidos tinham consciência da condição da vítima. A conversa aconteceu no carro de Robinho, onde o jogador demonstra preocupação com a possibilidade de a vítima prestar depoimento:




Falco: –Ela se lembra da situação. Ela sabe que todos transaram com ela.
Robinho: – O (NOME DE AMIGO 1) tenho certeza que gozou dentro dela.
Falco: – Não acredito. Naquele dia ela não conseguia fazer nada, nem mesmo ficar em pé, ela estava realmente fora de si.
Robinho: – Sim.
Para a justiça italiana, as escutas realizadas a partir de janeiro de 2014 são “auto acusatórias”. Logo no primeiro mês de monitoramento, por exemplo, uma interceptação mostrou o músico Jairo Chagas, que tocou naquela noite na boate, avisando a Robinho sobre a investigação. O jogador, segundo a transcrição, respondeu:
– Estou rindo porque não estou nem aí, a mulher estava completamente bêbada, não sabe nem o que aconteceu.




Ainda em janeiro de 2014, o músico e o jogador voltaram a falar sobre o episódio:
Jairo: – Mas você também transou com a mulher?
Robinho: – Não, eu tentei. (NOME DE AMIGO 1), (NOME DE AMIGO 2), (NOME DE AMIGO 3)...
Jairo: – Eu te vi quando colocava o pênis dentro da boca dela.
Robinho: – Isso não significa transar.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícias relacionadas