Foragido há 1 ano e 4 meses, acusado de assassinar o ator Rafael Miguel é encontrado e preso - Itupeva Agora

Agora

 


quarta-feira, 28 de outubro de 2020

Foragido há 1 ano e 4 meses, acusado de assassinar o ator Rafael Miguel é encontrado e preso






Na manhã desta quarta-feira, foi preso no interior do Paraná, o empresário Paulo Cupertino Matias, acusado de matar com treze tiros o ator Rafael Miguel e os pais dele, o casal João Alcisio Miguel, de 52 anos, e Miriam Selma Miguel, de 50. o crime aconteceu em junho de 2019 em São Paulo. Ele não aceitava o relacionamento da filha com Rafael Miguel. O nome da cidade onde ele estava escondido ainda não foi revelado.
Na segunda-feira (26), a Polícia Civil descobriu que o empresário fez uma identidade com uma certidão de nascimento falsa em Jataizinho, no norte do Paraná.




Ele estava usando uma novo identidade como um disfarce para se esconder. Na foto do documento, ele aparece com o cabelo curto, todo penteado pra trás, diferente do cabelo que usava na época do crime. De acordo com investigações, Paulo Cupertino teria passado por mais de 300 endereços em 10 estados e dois países da América do Sul.
Além do nome falso, a certidão também constava nomes diferentes dos pais dele e teria como origem a comarca de Rio Brilhante, que fica em Mato Grosso do Sul. Os dois documentos foram cancelados.




Isabela Tibcherani, ex-namorada de Rafael Miguel, publicou um texto no Instagram nesta quarta-feira (28) para falar sobre a prisão do pai, Paulo Cupertino Matias, que matou a tiros o ator e os pais do rapaz, por não concordar com o namoro dos jovens.
"Estou processando tudo. Por favor, me deem um pouco de tempo. A notícia veio de repente e eu não estava preparada. Logo entro em contato. Só posso dizer que o sentimento é indescritível, de alívio, espanto e paz", escreveu Isabela.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícias relacionadas