Ad Code

Ticker

6/recent/ticker-posts

Conheça a história do Tumulo mais famoso do cemitério de Jundiaí





Logo na entrada do cemitério N.S do Desterro, chama a atenção um tumulo com uma escultura de uma mulher chorando. O tumulo pertence a Leonardo Cavalcanti que foi engenheiro da Companhia Paulista das Estradas de Ferro e integrou a equipe do engenheiro Monlevade, que em 2 de julho de 1922, fez partir da estação férrea de Jundiaí rumo a Campinas, o primeiro trem elétrico da América Latina. Teve uma morte trágica: morreu eletrocutado quando fazia uma inspeção no trecho nos fios de alta tensão chamados “troley”, na época em que Companhia Paulista começou a eletrificar os trechos ferroviários. Filho do médico Francisco de Albuquerque Cavalcanti (ex-prefeito de Jundiaí) e dona Alice Ulhoa Cintra, Leonardo morava com a família onde era o Areião, que na época (década de 20) não possuía calçamento.



Quando a calçada foi concluída, o nome do engenheiro foi dado àquela rua.

A estatua em bronze, imortalizou o momento de despedida da jovem esposa do dr. Leonardo, quando do fechamento de seu caixão. Algumas pessoas até hoje, deixam flores nesse tumolo para a esposa, afim de encontrarem o amor verdadeiro.


Fonte - https://fumas.jundiai.sp.gov.br/leonardo-cavalcanti/





Postar um comentário

0 Comentários

Leia e se divirta!

Ad Code