Incêndio na Serra do Mursa já destruiu cerca de 4 milhões de metros quadrados de mata - Itupeva Agora

Agora

sexta-feira, 18 de setembro de 2020

Incêndio na Serra do Mursa já destruiu cerca de 4 milhões de metros quadrados de mata


O incêndio que atinge a Serra do Mursa, na Várzea Paulista, já destruiu cerca de 4 milhões de metros quadrados, de acordo com informações do Jornal de Jundiaí desta sexta-feira (18/09).

Segundo a matéria, o tempo quente e seco e os fortes ventos dos últimos dias favoreceram o alastramento da queimada. Uma força-tarefa formada pela Guarda Municipal Ambiental de Várzea Paulista, o Corpo de Bombeiros, bombeiros civis voluntários, Defesa Civil de Várzea Paulista e o grupo de voluntários Amigos da Serra do Mursa estão empenhados em conter o avanço do fogo. 

“O incêndio começou na divisa de Campo Limpo com Franco da Rocha, em local próximo à margem da rodovia Edgar Máximo Zambotto. Por ter começado perto da pista, acreditamos que o fogo foi gerado de maneira proposital ou por uma bituca de cigarro”, contou um dos integrantes do grupo Amigos da Serra do Mursa ao JJ, explicando que a maior preocupação é que o fogo chegue próximo às residências. 

As equipes que trabalham na contenção das chamas relataram ter encontrado diversos animais vitimados pelo incêndio, como raposas, porcos-espinhos e cobras. “As árvores maiores e mais verdes não serão atingidas pelo fogo e sobreviverão, assim como os locais de solo mais úmido e de mata mais fechada. A vegetação mais baixa e seca é a maior responsável pelo avanço do fogo”, explicou o gestor executivo de Segurança Pública de Várzea Paulista, Ricardo José Rodrigues.

A Prefeitura de Várzea Paulista informou que foi criado um comitê para gerenciar a queimada, com a participação da Casa Civil, Unidade Gestora de Segurança Pública e Defesa Civil:

“Desde as primeiras horas do incêndio na segunda-feira (14), as equipes envolvidas trabalham incansavelmente para combater e controlar o fogo. A causa do incêndio está sendo investigada e a área afetada pelo fogo será contabilizada.

O fogo havia sido controlado na manhã de quinta-feira (17), mas os ventos no cerrado com folhas secas fizeram com que as chamas se espalhassem novamente pela área no período da tarde. Equipes continuarão no local para contenção da queimada”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícias relacionadas