Vacinação antirrábica é adiada no Estado de São Paulo - Itupeva Agora

Agora

quarta-feira, 5 de agosto de 2020

Vacinação antirrábica é adiada no Estado de São Paulo









A vacinação antirrábica, que costuma ser realizada nos meses de agosto e setembro, foi adiada pela Secretaria de Estado de Saúde, que anunciou seguir recomendações do Ministério da Saúde para evitar aglomerações por conta da pandemia do Covid-19.
A decisão foi tomada em conjunto com as cidades do CIB – Comissão Intergestores Bipartite e definiu que apenas a vacinação de rotina vai continuar sendo aplicada em cães e gatos nos serviços de saúde municipais e clínicas veterinárias particulares.







A campanha poderá ser reprogramada, dependendo da situação epidemiológica do novo coronavírus no estado nos próximos mess.
São Paulo não registra casos de raivas em humanos desde 1997 e desde 1998 em cães e gatos. O último registro, de 2018, foi de uma vítima ter contato direto com um morcego infectado.
A raiva não tem cura, pode causar paralisia e levar à morte.
Prevenção - A prevenção da raiva é feita pelo controle da doença nos animais domésticos e da profilaxia no ser humano. Pessoas ou animais domésticos que tiverem contato acidental com morcegos devem ser prontamente encaminhadas para tratamento profilático. Além disso, caso haja algum acidente com animal mamífero desconhecido, a pessoa deve ser encaminhada para um serviço de saúde.
No ano passado, o Ministério da Saúde distribuiu vacinas apenas para os estados do Maranhão, Ceará, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia e Acre e, por conta disso, não houve campanha na região.
Em 2018, a campanha, realizada entre agosto e outubro no município, imunizou quase 9 mil animais.







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad