Tio que estuprava menina de 10 anos foi preso e teria confessado o crime à caminho da prisão - Itupeva Agora

Agora

terça-feira, 18 de agosto de 2020

Tio que estuprava menina de 10 anos foi preso e teria confessado o crime à caminho da prisão






Foi preso o homem suspeito de ter engravidado a sobrinha de 10 anos, depois de praticar a violência contra a criança por quatro anos e, segundo o Secretário da Segurança Pública do Espírito Santo, coronel Alexandre Ramalho, confessou o crime a caminho da prisão.
À Rádio Bandeirantes, o coronel disse nesta terça-feira (18), que o suspeito foi detido na última madrugada em Betim, região Metropolitana de Belo Horizonte, em Minas Gerais.
“No decorrer da prisão, sendo trazido ao Espírito Santo, ele confirmou aos policiais que aconteceu [o estupro] e disse que vai declarar tudo mais detalhadamente na presença do delegado”, afirmou o secretário na entrevista.




A criança, que realizou um procedimento de aborto na última segunda-feira (17/08), está estável e contou que o companheiro da tia, de 33 anos, abusava dela desde que ela tinha 6 anos.
Segundo o Globo, “a polícia confirmou a veracidade de um vídeo que circula nas redes sociais no qual o acusado, que será indiciado por estupro com agravamento da pena pela gravidez, pede que o material genético do feto, colhido pela Polícia Científica de Pernambuco na última segunda-feira, também seja comparado com o DNA do avô da menina e de um outro tio, que morariam na mesma casa”.
As informações são de que o suspeito fugiu para Bahia, depois partiu para Nanuque (MG), antes de chegar em Betim, onde tem parentes. Segundo ele, decidiu se entregar por estar com medo de morrer.
Segundo apuração, o homem não é tio de sangue da menina, mas companheiro da tia da criança e teria uma filha de 5 ou 6 anos, que moraria na mesma casa.
Ainda segundo o Globo, o acusado teria dito na confissão informal que mantinha um relacionamento com a menina desde o ano passado, mas com consentimento, o que é proibido por lei – o consentimento só pode ocorrer a partir dos 14 anos.
O homem cumpria regime semiaberto há três anos, depois de ter cumprido pena por tráfico de drogas.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad