Policial e assaltante, que também era da PM, morrem em troca de tiros - Itupeva Agora

Agora

quarta-feira, 26 de agosto de 2020

Policial e assaltante, que também era da PM, morrem em troca de tiros

PM Josimar (Foto: Arquivo Ponte)





Um policial militar foi morto em um assalto no último domingo (23/08), em Diadema (SP), após também atirar e matar um dos dois assaltes. Ao serem identificados, constatou-se que ambos os meliantes também eram da PM.

Segundo informações de A Ponte, citando o Boletim de Ocorrência registrado no 3º DP de Diadema, o PM Josimar Lima, de 32 anos, reagiu após dois homens anunciarem um assalto. Ele estava em frente à casa de um sobrinho, em uma festa de aniversário, junto com demais pessoas quando foram abordados pela dupla que, segundo uma testemunha, chegou pedindo para as pessoas levantarem as blusas e dar tudo o que tinham com elas.




O PM Josimar reagiu e baleou um dos dois, identificado como PM André Monteiro Malfati, de 33 anos. Na troca de tiros, Josimar foi atingido pelo outro PM, identificado como João Paulo de Araújo Silva, de 28 anos. Nenhum deles estava de serviço no momento do ocorrido.

"Eles não se identificaram como policiais nesse momento. O Josimar conseguiu balear o policial André e o policial João Paulo baleou o Josimar. Ele estava desnorteado, aparentemente drogado. Depois que atirou, ficou falando que era policial, para ninguém chegar perto dele", disse a testemunha para A Ponte. A namorada de Josimar também foi atingida e foi internada.

Ainda segundo A Ponte, “o PM João Paulo, lotado 24º Batalhão da PM paulista (Diadema) foi preso em flagrante por latrocínio (roubo seguido de morte), que tem pena de quinze a trinta anos de prisão, e organização de grupo para prática de violência, que tem pena de quatro a oito anos – ambos os crimes fazem parte do Código Penal Militar, que rege o caso uma vez que o enfrentamento ocorreu entre militares”.

A advogada que defende o PM João Paulo, Flávia Artilheiro, disse que “o Cabo Araújo é inocente e a legitimidade de sua conduta restará demonstrada ao final das investigações”.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad