Polícia Federal prende empresários que fraudavam Correios, com prejuízo estimado em quase R$ 100 milhões - Itupeva Agora

Agora

terça-feira, 4 de agosto de 2020

Polícia Federal prende empresários que fraudavam Correios, com prejuízo estimado em quase R$ 100 milhões





A Polícia Federal prendeu várias pessoas ligadas a um esquema de fraudes na Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (EBCT). A operação Postal Off II, segunda etapa da investigação, desarticula uma organização criminosa que subfaturava valores devidos aos Correios, além de desviar para si grandes clientes no seguimento de postagem de cartas comerciais, causando um prejuízo de R$ 94 milhões ao patrimônio público.
Na residência de um empresário responsável por algumas agências franqueadas dos correios no Rio de Janeiro, a PF apreendeu R$ 3,5 milhões. Também foram cumpridos mandados de busca e apreensão em São Paulo, Praia Grande e São Vicente (SP).




A PF informou que há indícios de participação de sete funcionários da EBCT no esquema, "que atuavam auxiliando nas postagens ilegais e subsidiando interesses empresariais do grupo criminoso".
A Operação Postal Off foi iniciada em novembro de 2018, em Santa Catarina, contra grupo criminoso que fazia com que grandes cargas de seus clientes fossem distribuídas no fluxo postal sem faturamento ou com faturamento muito inferior ao devido; e a segunda etapa investiga atuação do grupo em São Paulo e Rio de Janeiro, sempre com grande colaboração dos Correios, conforme informou a PF.
Segundo a PF, o prejuízo de R$ 94 milhões tem recuperação "parcialmente garantida por medidas cautelares deferidas judicialmente na primeira fase da operação, que levaram ao bloqueio de bens dos investigados em valor aproximado de R$ 55 milhões, entre os quais carros de luxo, um iate, um avião, imóveis de alto padrão e contas bancárias com altos valores em depósito".
Os investigados foram indiciados em crimes como corrupção passiva e ativa, estelionato, violação de sigilo funcional e formação de organização criminosa.
Greve nos Correios




Os funcionários dos Correios anunciaram uma greve para o próximo dia 18, por conta de direitos revogados – seriam 70, segundo a categoria, entre eles, 30% do adicional de risco, vale-alimentação e auxílio-creche. De acordo com a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect), a categoria entrou em estado de greve e vai realizar assembleias regionais no dia 17 para confirmar a paralisação.
Os Correios contam com cerca de 100 mil funcionários, deficit de R$ 2,4 bilhões e são responsáveis pela maior parte da entrega das correspondências no país, uma demanda que aumentou bastante durante a pandemia do Covid-19.
Vale lembrar que os únicos serviços que são exclusivos dos Correios são os de carta, cartão postal e correspondência agrupada. Já os serviços de encomendas e entregas de produtos conta com dezenas de empresas, como acontece com compras na Amazon e no Mercado Livre, por exemplo.
Com informações do Estadão.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad