Itupeva está há 10 dias sem registrar morte por Covid-19 - Itupeva Agora

Agora

sexta-feira, 28 de agosto de 2020

Itupeva está há 10 dias sem registrar morte por Covid-19







Sem óbitos por Covid-19 desde 18 de agosto, Itupeva contabiliza dez dias sem nenhum registro de morte por Covid-19 na cidade.

De acordo com o boletim epidemiológico desta sexta-feira, 28 de agosto, a cidade contabiliza 1.240 confirmados, 1.191 recuperados e 34 óbitos.

Em Itupeva, desde o início da pandemia, em março, diversas medidas e ações preventivas e orientativas foram adotadas.





São campanhas e medidas para orientar à população sobre os protocolos sanitários e de saúde na prevenção à Covid-19: uso de máscaras, higienização das mãos e distanciamento social.

- Blitz Solidária: Equipes da Prefeitura, devidamente identificadas, orientam e distribuem kits com informativos e máscaras para a população. Já foram entregues mais de 20 mil kits.

- Acolhimento à População em Situação de Rua: Durante a pandemia, foi instalado um alojamento provisório para abrigar a população de rua. A estrutura disponibiliza acolhimento, banhos e alimentação, com acompanhamento social.

- Unidade Sentinela: Estruturada na UBS Central, destinada a pessoas com síndrome gripal que funciona diariamente, inclusive aos finais de semana e feriados, das 7h às 19h.

- Desinfecção das Ruas e Locais com Grande Circulação de Pessoas: Ação é realizada diariamente, e é muito importante para evitar a contaminação pelo Coronavírus. A Prefeitura não tem custos a mais, porque o trabalho é realizado em parceria com empresas (equipamentos e produtos), e atuação de equipes da Prefeitura. Itupeva é um dos únicos municípios a contar com o serviço de forma constante e em praticamente toda a cidade.





- Criação dos leitos de UTI Covid-19 no Hospital Nossa Senhora Aparecida, também foi realizada a adoção de protocolos terapêuticos/medicamentosos para atendimento na Unidade Sentinela e também no Hospital Municipal Nossa Aparecida.

- Outra ação preventiva foi a testagem por amostragem realizada em larga escala junto aos assintomáticos, profissionais da saúde, e também da linha de frente (área de segurança), que totalizou 7,4% da população (cerca de 62 mil habitantes, de acordo com estimativas do IBGE) até o momento.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad