Acidente deixa 8 mortos e 30 feridos na BR-277, em São José dos Pinhais - Itupeva Agora

Agora

segunda-feira, 3 de agosto de 2020

Acidente deixa 8 mortos e 30 feridos na BR-277, em São José dos Pinhais









Na noite deste domingo (2), um acidente deixou ao menos oito mortos e dezenas de feridos na BR 277, na cidade de São José dos Pinhais, Região Metropolitana de Curitiba. De acordo com as primeiras informações, a densa fumaça de uma queimada na região dos motéis, na divisa dos municípios, provocou a batida que deixou pelo menos 30 pessoas feridas e sete mortos, pela manhã o número de mortos tinha subido para 8. Foram ao menos 16 carros, cinco motos e um caminhão envolvidos








Inicialmente, por causa da baixa visibilidade, três carros colidiram. Em seguida, um caminhão não conseguiu frear e colidiu com os carros que já estavam acidentados, motos que pararam para dar auxílio e pessoas dos carros envolvidos no acidente que haviam descido dos veículos, provocando atropelamentos e um grande engavetamento.

“Foram cinco motocicletas, 15 veículos leves, uma viatura da PM e um caminhão. Sete mortos foram contados no local, duas vítimas foram encaminhadas ao Hospital em estado grave, cinco vítimas conduzidas de menor gravidade e 16 vitimas com lesões leves”, afirmou o coronel Prestes, do Corpo dos Bombeiros. “Um cenário de guerra”, resumiu. Pela manhã mais um óbito foi confirmado, chegando a 8 ao todo.








Há dias queimadas na região têm prejudicado a visibilidade dos carros que passam pela região. “Fomos acionados para combater a queimada, enquanto eles chegavam no local houve a colisão na pista contrária. Quando chegamos infelizmente encontramos sete pessoas em óbito e vários outros feridos”, acrescentou o socorrista Marcelo. “Uma cena de horror, infelizmente”.

Pelo menos uma dezena de viaturas da PM, Bombeiros e várias ambulâncias do SAMU e da concessionária que administra a rodovia foram acionadas. “A mobilização foi rápída, pois o quartel do 6° grupamento do Corpo de Bombeiros é próximo. O irmanamento das instituições envolvidas fez com que pudessemos triar as vítimas rapidamente e encaminhá-las aos hospitais, melhorando suas sobrevidas”, disse o coronel Prestes.






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícias relacionadas