Segundo pesquisa realizada no Facebook, brasileiros preferem vacina de Oxford à chinesa - Itupeva Agora

Agora

terça-feira, 21 de julho de 2020

Segundo pesquisa realizada no Facebook, brasileiros preferem vacina de Oxford à chinesa

Dentre as várias vacinas contra o coronavírus que estão em desenvolvimento, algumas têm obtido bons resultados nas fases de testes e deixado otimistas especialistas e a própria Organização Mundial de Saúde.
No Brasil, além de testes com a vacina desenvolvida pela Universidade inglesa de Oxford em parceria com o laboratório farmacêutico britânico AstraZeneca, que teve resultados promissores publicados na última semana; também está sendo testada uma vacina desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac Biotech, em parceria com o Instituto Butantan que terá todo o domínio da tecnologia e, caso aprovada, expectativa de produção de 120 milhões de doses no início de 2021, de acordo com o governador de São Paulo, João Dória.

Uma pesquisa realizada por Pedro Barciela, do site Essa Tal Rede Social, usando como base mais de 60 mil comentários das 10 principais notícias sobre cada vacina no Facebook, apontou que muitas pessoas sentem receio da vacina chinesa.
No levantamento feito por Barciela, a vacina chinesa conta com quase 69% de críticos e apenas 9,6% de apoiadores. Já a vacina de Oxford, tem mais de 60% de apoio e menos de 5% de críticos. Confira a pesquisa:






Os “detratores” são os críticos da vacina, os “apoiadores” defendem e comemoram o avanço e “sem juízo de valor” marcam usuários e abordam outros temas.
Vale destacar que a pesquisa tem caráter apenas demonstrativo.

De acordo com o autor da pesquisa, o grande número de críticas à vacina chinesa se deve à polarização do debate, além de xenofobia, desconhecimento e preconceito, o que poderia gerar uma rejeição de parcela da população em se imunizar, caso a vacina produzida pelo laboratório chinês se mostra eficaz e seja adotada.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad