Prefeitos da região solicitam ao Governo do Estado que desmembre o Aglomerado Urbano de Jundiaí e retorne para a fase laranja - Itupeva Agora

Agora

terça-feira, 7 de julho de 2020

Prefeitos da região solicitam ao Governo do Estado que desmembre o Aglomerado Urbano de Jundiaí e retorne para a fase laranja









O vice-prefeito Alexandre Ribeiro Mustafa, representando o prefeito Marcão Marchi, e o prefeito de Jundiaí Luiz Fernando Machado (presidente do Aglomerado Urbano de Jundiaí), foram recebidos em uma audiência pelo secretário estadual de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, no Palácio dos Bandeirantes, para solicitar que o Aglomerado Urbano de Jundiaí seja separado da região de Campinas na avalição de fases do Plano São Paulo de Retomada da Economia, retornando, assim, para fase laranja.








A intenção é que as sete cidades do Aglomerado Urbano de Jundiaí (Cabreúva, Campo Limpo Paulista, Itupeva, Jarinu, Jundiaí, Louveira e Várzea Paulista) sigam, de forma independente e com autonomia, estudos e dados epidemiológicos para ações na prevenção à Covid-19, separados administrativamente da região de Campinas.

Luiz Fernando Machado, prefeito de Jundiaí e presidente do AUJ, detalhou que a nossa região é formada por uma realidade distinta e não pode ser tratada da mesma forma que a região metropolitana de Campinas. “Por isso, reforçamos a importância deste pleito que envolve os sete municípios do AUJ, batalhando pela oportunidade de autonomia na avaliação de índices de ocupação de leitos, UTIs, enfermarias e respiradores. A nossa demanda é para que a independência do Aglomerado Urbano de Jundiaí se consolide de modo administrativo, não vinculado à região de Campinas, exatamente por ser essa região responsável por 4,5 milhões de pessoas, com realidades hospitalares, médicas e epidemiológicas distintas da nossa realidade”, explicou.

Por sua vez, Alexandre Ribeiro Mustafa ressaltou que, em caso de uma análise separada do Aglomerado Urbano de Jundiaí em relação à Campinas, a região estaria habilitada à Fase Laranja do Plano SP, considerando todo o esforço das cidades que formam o aglomerado a fim de conter o Coronavírus. “Portanto, esse pleito é extremamente válido, porque o mesmo tem por objetivo retomar uma fase que estávamos há poucos dias atrás (Fase Laranja). Investimentos em estudos e em estrutura da Saúde”, salientou.








A proposta de desmembramento do Aglomerado Urbano de Jundiaí da região de saúde de Campinas, para efeito de avaliação do Plano São Paulo foi baseado em diversos aspectos, foi entregue por meio de um ofício apresentado ao Governo do Estado de São Paulo.

Mustafa adiantou, ainda, que nesta quarta-feira, 8 de julho, haverá uma nova reunião do Comitê Estadual (Centro de Contingência). “Como presidente do Aglomerado Urbano, o prefeito Luiz Fernando Machado, foi convidado a participar deste encontro para reiterar todos esses argumentos. O Governo do Estado, por meio do secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, foi muito receptivo ao nosso pleito, entendendo a legitimidade do mesmo e seguimos batalhando por este propósito”, finalizou.

Plano São Paulo – É um programa do Governo do Estado com classificação de cinco fase que, com avaliação de leitos, estrutura da Saúde e dados de casos de Covid-19, denomina cada região para restrição e retomada de atividades econômicas: vermelho (serviços essenciais); laranja (com flexibilização de determinados serviços com restrições); amarelo (com restaurantes, serviços de beleza, entre outros com restrições); verde (abertura parcial de mais serviços) e azul (normal controlado).






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícias relacionadas