Conheça 5 plantas que trazem energia positiva para a sua casa - Itupeva Agora

Agora

sexta-feira, 3 de julho de 2020

Conheça 5 plantas que trazem energia positiva para a sua casa





Há muito tempo as plantas são escolhidas para decorar espaços, sejam da casa, do escritório, de grandes centros de negócios, dentre outros, já que além de darem um toque mais fresco e natural a esses espaços, também acredita-se que melhoram o fluxo de energia positiva.

Confira abaixo, 5 plantas que criam boas energias em seu lar:


Jasmin: As pessoas na Pérsia consideravam esta planta sagrada, graças aos seus inúmeros benefícios, tais como:

Aumentar os níveis de energia;
Diminuir os níveis de ansiedade;
Melhorar a produtividade;
Aumentar a autoestima;
Melhorar a qualidade do sono.





Alecrim: Mais e mais pessoas estão se familiarizando com os benefícios medicinais do alecrim. Esta planta é uma das melhores quando se trata de purificação da casa. Alguns dos seus inúmeros benefícios são:

Melhora a memória;
Combate a ansiedade;
Livra-se da energia negativa;
Combate a insônia;
Combate a fadiga.


Lírio: Esta planta multifuncional é considerada a flor do nascimento. É eficiente quando se trata de limpar os problemas emocionais, espirituais e físicos. Além disso, esta planta é ideal para o seu quarto, pois estimula a serenidade e tranquilidade no sono.





Sálvia: Esta planta tem efeitos incríveis quando se trata de se livrar de emoções negativas, incluindo medo e raiva. Sabe-se que a sálvia contribui para um melhor fluxo de energia positiva. Ele também tem uma série de benefícios medicinais.


HERA: Quando se trata de purificação do ar, a planta número um é hera, pois é capaz de absorver formaldeído. Esta planta se livrar das toxinas nocivas e indesejadas no ambiente. É recomendado para pessoas que sofrem de alergias ou asma. No entanto, você deve ter cuidado e prestar atenção onde você mantém esta planta, pois é tóxico para animais de estimação e crianças, por isso deve ser situado fora de seu alcance.

(Fonte: @vidaegratidão/Foto: Reprodução)




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícias relacionadas