Comércio de Jundiaí volta a fechar a partir de segunda (6) - Itupeva Agora

Agora

sexta-feira, 3 de julho de 2020

Comércio de Jundiaí volta a fechar a partir de segunda (6)


O gestor da Casa Civil de Jundiaí, Gustavo Maryssael, confirmou à edição desta tarde do Boletim TVTEC a volta de Jundiaí à fase vermelha da pandemia, por determinação do governo do Estado de são Paulo, como todas as cidades do Aglomerado Urbano. O comércio volta a fechar a partir de segunda-feira (6), quando passam a funcionar apenas os serviços essenciais.

No Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus, o gestor disse que o município recebeu a notícia considerando que a pandemia é algo sistêmico. “Não foi só Jundiaí, outros 41 municípios foram alcançados por essa medida, esse retrocesso”, disse. “Se fossem considerados apenas os dados de Jundiaí, a cidade poderia ficar na fase laranja”, completou.

Segundo ele, serão retomadas as restrições da fase, e Jundiaí vai seguir a orientação do Plano São Paulo. “Na verdade, a partir de segunda-feira, dia 6 de julho, voltamos à fase vermelha. Somente os serviços essenciais podem permanecer de portas abertas – farmácias, supermercados, clínicas, veterinários, serviços de saúde, serviços de limpeza… as atividades já listadas como essenciais”, explicou.

As restrições, avalia o gestor, afetarão mais o comércio. Mas continuam liberados os serviços de entrega (delivery) e os sistemas de drive-thru. “São serviços permitidos pelo regramento do estado. A fiscalização será feita pelo município, em conjunto com a Guarda Municipal e a Vigilância Sanitária”, completou.

O gestor da Casa Civil adiantou que o município não tem interesse em fechar ou multar estabelecimentos, mas orientar para que a cidade atravesse esse período difícil de forma organizada – sociedade civil, comercial e o poder público.

Confira as mudanças que entram em vigor na próxima segunda-feira (06):

Um comentário:

  1. É uma pouca vergonha os povos não respeita e os trabalhadores ficam como sem trabalhar com tudo feichado então correm atraz de vacina ninguém é obrigado ficar sem trabalhar. Por causa dar inginoraças dos serehumanos.aqui em Itupeva não deveriam feichar.

    ResponderExcluir

Notícias relacionadas