Claudyana "De trabalhadora de Lavoura a dona de restaurante em Itupeva" - Itupeva Agora

Agora

sexta-feira, 10 de julho de 2020

Claudyana "De trabalhadora de Lavoura a dona de restaurante em Itupeva"





Por Claudyana Pereira.

Nascida em Guariba interior de SP, eu vim de uma família de boia frias (meus pais, Adelina Machado de Souza e Donato Machado eram cortadores de cana de açúcar) , com 4 irmãos aprendi os valores do trabalho duro muito cedo.
Dos 07 aos 14 anos conheci o trabalho da lavoura onde eu colhia amendoim. Após isso, passei a trabalhar no corte de cana de açúcar. Ensinamentos dos meus pais e o trabalho na lavoura desenvolveu determinação para não abandonar meus estudos.



Trabalhava de manhã e estudava a noite na escola *EE Professora Josephina de Carmago Neves, onde conclui o ensino fundamental e o médio. A educação formal e os valores familiares me fizeram sonhar em cursar agronomia. Mas era dificil prosseguir com os estudos sendo uma jovem com 18 anos, que também se apaixona, casa precocemente muito cedo, cheia de dúvidas e já com 2 filhos. Cursar ensino superior fez eu me mudar para São Paulo.
Fui trabalhar de doméstica, deixando meu filho com a minha mãe. Cheguei a uma cidade desconhecida carregando no colo a minha filha com quase 1 ano e meio e tive que coloca lá em uma escola para que eu pudesse trabalhar e estudar, sabia que o único objetivo de me tornar alguém na vida era persistir, estudei técnico em contabilidade, após isso cursei faculdade de administração financeira saindo no quarto bimestre do último ano.
Você pergunta como uma emprega doméstica conseguiu trabalhar e estudar ao mesmo tempo sendo mãe solteira em uma cidade onde as amizades me apoiavam? Não parei por aí, já com um nível de conhecimento conquistado fui em busca de trabalhar em escritório, um dia conversando com um cliente ele me falou (menina você leva tanto jeito com pessoas já pensou em trabalhar em hotel e restaurante?).



Ouvindo isso cheguei em casa e fui pesquisar, comecei a fazer especificação em hotelaria com foco em nível superior, mas para conseguir experiência fui trabalhar de garçonete, com muita luta, poucas noites de sono é muito estudo terminei o curso que se estendeu por 2 anos. Assim as coisas foram melhorando, fui ocupar meu primeiro cargo de nível mais alto sendo de gerente administrativo em um restaurante, pagava aluguel e tinha dois filhos para sustentar e nada foi muito fácil. Superar o cansaço e as noites mal dormidas mesmo assim fui estudar psicologia comportamental aperfeiçoando na área para melhor lidar com pessoas. Trabalhei em outras empresas e hoje agradeço cada uma dessas empresas que confiaram e valorizaram meu trabalho.
Claudiana você para por aí? Eu digo que não todos os dias é dia de aprender e de fazer algo diferente e até melhorar como ser humano e como pessoa.
Essa trajetória me fez chegar aqui onde hoje tenho meu próprio restaurante, com muitas dificuldades pois empreender no Brasil é para os fortes. E derrubado um leão por dia aqui estou.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad