Bombeiros e Prefeitura combatem incêndios na mata da região do Inhandjara - Itupeva Agora

Agora

domingo, 19 de julho de 2020

Bombeiros e Prefeitura combatem incêndios na mata da região do Inhandjara











Um final de semana de muito trabalho para o Corpo de Bombeiros (municipal e militar) que atuou – com suporte da Defesa Civil e Infraestrutura - no combate a dois incêndios na mata da região do Inhandjara, próximo ao Condomínio Ibi Aram, em Itupeva, provocado por queda de balões.
No sábado, 18 de julho, o trabalho de contenção ao incêndio foi iniciado por volta das 13 horas e concluído próximo das 19 horas. No combate, a Infraestrutura disponibilizou o caminhão pipa (com 10 mil litros de água) e o Corpo de Bombeiros utilizou um caminhão Auto Bomba, com mais 5 mil litros de água.










De acordo com o assessor especializado em Defesa Civil, Jonas Furlan, nesta região uma área de aproximadamente 1 km² foi devastada.

Já o incêndio deste domingo, 19 de julho, ocorreu no centro da mata, em local de difícil acesso. Os trabalhos de contenção foram iniciados por volta das 13 horas e encerrados às 19 horas. “Neste caso, todos os profissionais que atuaram na ação entraram na mata caminhando e o combate ao incêndio foi realizado com abafadores e bomba costal”, explicou Jonas Furlan.

No local foi devastada uma área de aproximadamente 2 mil m².

Jonas Furlan fez um alerta sobre a soltura de balões - prática considerada criminosa. “Essa atividade é passível de prisão, além do que causa danos irreparáveis para fauna e flora, sendo também prejudicial ao ser humano.”










O artigo 42 da Lei de Crimes Ambientais (Lei nº 9.605/98) diz que fabricar, vender, transportar ou soltar balões que possam provocar incêndios nas florestas e demais formas de vegetação, em áreas urbanas ou qualquer tipo de assentamento humano, pode levar a pessoa a ser condenada à pena de detenção, de um a três anos, ou multa, ou ambas, acumulativamente. Além da pena, vale ressaltar que os crimes ambientais são inafiançáveis.

Para denunciar este tipo de crime entre em contato com a Polícia Militar pelo telefone 190. Em casos de emergência, o Corpo de Bombeiros está à disposição pelo telefone 193.






Um comentário:

Post Top Ad