Homem se recusa a usar máscara, esfaqueia gerente de supermercado e é morto a tiros - Itupeva Agora

Agora





domingo, 21 de junho de 2020

Homem se recusa a usar máscara, esfaqueia gerente de supermercado e é morto a tiros









Um homem de 36 anos foi morto por um gerente de um supermercado após agredi-lo com duas facadas em Vacaria (RS), cidade que fica a quase 250 quilômetros de Porto Alegre. O motivo seria a recusa em usar máscara dentro do estabelecimento, apesar de a prática ser obrigatória em todo o estado desde 11 de maio.







Segundo informações do UOL, Aldori Somavilla Cardoso entrou no mercado sem o uso de máscara, coisa que só foi percebida pelo gerente quando o cliente já estava no caixa. "O gerente o interpela e diz que ele não poderia circular pelo supermercado sem máscara", explicou o delegato responsável pela investigação, Anderson Lima.
Na sequência, após uma curta discussão, Cardoso tenta acertar o gerente com uma faca. "Ele dá dois golpes no gerente. No primeiro, ele consegue ir para trás, mas o outro o acertou, na altura do tórax", prossegue o delegado.
Após ser atingido, o gerente saca um revólver calibre 38 e atira contra o cliente que, atingido na região do tórax, cai na entrada do supermercado. Ele chegou a ser socorrido, mas não resistiu, enquanto que o gerente foi hospitalizado e permanecia internado até a manhã deste domingo (21).







Segundo o delegado, o gerente possui posse e porte de arma e não tem antecedentes criminais e que, a princípio, a situação aponta para legítima defesa. "Confirmada a legítima defesa (o gerente) não responde por nada, teve agressão injusta do cliente, que tenta matar ele. Se confirmar a situação como está se desenhando, não vai dar nada", avalia.
O cliente tinha antecedentes de 2010 e 2011, por dirigir sem habilitação, lesão corporal no trânsito e ameaça. O inquérito tem 10 dias para ser concluído.
Com informações do UOL.






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícias relacionadas