Cientistas britânicos descobrem o primeiro remédio que pode reduzir mortes por coronavírus - Itupeva Agora

Agora

terça-feira, 16 de junho de 2020

Cientistas britânicos descobrem o primeiro remédio que pode reduzir mortes por coronavírus










Pesquisadores britânicos identificaram remédio que pode reduzir mortalidade de pessoas infectadas com o novo coronavírus –causador da covid-19. Trata-se do dexametasona, que foi testada em 2.000 pessoas diagnosticadas com a doença.

De acordo com resultados preliminares, o medicamento reduziu o risco de morte de pacientes graves de 40% para 28%. A comparação dos resultados foi feita em relação a 4.300 que receberam os cuidados comuns. Estudo completo ainda não foi publicado.








Entre os que tiveram que receber oxigênio, a chance de morrer se reduziu de 25% para 20%. Para pacientes mais leves não houve constatação de melhora.

“Os resultados preliminares do estudo Recovery são muito claros – o remédio reduz o risco de morte em pacientes com complicações respiratórias graves. A Covid-19 é uma doença global – é fantástico que o primeiro tratamento que demonstradamente reduz a mortalidade esteja instantaneamente disponível em todo o mundo”, afirmou Martin Landray, professor de medicina e epidemiologia do Departamento de Saúde da População da Universidade de Oxford, 1 dos líderes do estudo. Segundo os pesquisadores, 5.000 vidas poderiam ter sido poupadas no Reino Unido se o remédio tivesse sido usado desde o início da pandemia.








O corticóide reforça a capacidade do sistema imunológico e trata embolias causadas pelo vírus. O tratamento, de 10 dias, usa 60 mg da substância. Farmácias brasileiras vendem essa quantidade por menos de R$ 10.

O hospital Sírio-Libanês já havia iniciado pesquisa com a substância em 15 de abril. A dosagem total é diferente, de 150 mg em 10 dias. O resultado desse estudo deve sair em agosto.







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad