Ciclone bomba chega ao Brasil e deixa mortes, destruição e interrompe estradas no Sul do país - Itupeva Agora

Agora

terça-feira, 30 de junho de 2020

Ciclone bomba chega ao Brasil e deixa mortes, destruição e interrompe estradas no Sul do país






Nesta terça-feira (30), a região sul do Brasil entrou em estado de alerta por conta de um fenômeno chamado ciclone bomba. O evento meteorológico foi previsto pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel). O apelido "bomba" é derivado da rapidez com que tudo acontece.





Em Santa Catarina, o ciclone veio seguido por uma tempestade que atingiram o estado nesta terça-feira, 30. Segundo informações do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil, as rajadas de vento passaram de 100 km/h, destelhando casas, derrubando árvores e deixando muitas cidades sem energia elétrica.

Em Chapecó, no Oeste, uma idosa morreu após ser atingida por uma árvore. Em Santo Amaro da Imperatriz, na Grande Florianópolis, um homem perdeu a vida depois de ser atingido pela fiação elétrica de um poste depois da queda de uma árvore. A terceira morte foi em Tijucas, também na Grande Florianópolis, em uma estrutura que caiu, mas ainda não há mais detalhes, porque a ocorrência está em andamento.









Os ventos também foram sentidos no Rio Grande do Sul, os motoristas ficaram assustados, tanto que a RS-153 foi bloqueada entre os quilômetros 73 e 76.

O fenômeno, que deve se estender até a quarta-feira (1º), acontece quando uma frente fria se associa a uma queda repentina na pressão atmosférica. A expectativa é de que as rajadas de vento ultrapassem os 100 km/h na noite desta terça-feira nas regiões de Rio Grande, Cassino, Capilha, Santa Vitória do Palmar, Chuí e São José do Norte. Ao longo da quarta-feira, os ventos e a chuva devem dar lugar a um frio intenso.

Outro resultado deste ciclone de formação rápida é a agitação do mar. A Marinha emitiu um alerta de possibilidade de ressaca, com ondas entre três e quatro metros de altura no litoral de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícias relacionadas