Nossa vizinha Jundiaí é a 2ª cidade do Estado na criação de empregos em novembro, aponta Caged - Itupeva Agora

Agora

29 dezembro, 2017

Nossa vizinha Jundiaí é a 2ª cidade do Estado na criação de empregos em novembro, aponta Caged

De acordo com os dados do cadastro geral, foram 667 novos postos de trabalho na cidade, ou seja, 4.845 contratações contra 4.178 demissões.

Jundiaí (SP) foi a segunda cidade do Estado de São Paulo que mais criou empregos formais em novembro, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho, divulgados na quarta-feira (27).

Foram 667 novos postos de trabalho, ou seja, 4.845 contratações contra 4.178 demissões. Trata-se do melhor resultado mensal do ano na cidade e do terceiro mês com saldo positivo.

De acordo com o gestor de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (UGDECT), Messias Mercadante, a criação de vagas é fruto do início da retomada da aceleração da economia local, e a perspectiva para 2018 segue positiva.

"A economia já começou a dar sinais fortes de reaquecimento e isso terá efeitos positivos no mercado de trabalho. Temos focado em programas de capacitação de mão de obra, em parcerias com o Funss, Sebrae e Senac, para garantir que a demanda por trabalhadores seja atendida", explica.

Com a chegada de novas empresas à cidade este ano, cerca de 1,7 mil postos de trabalho foram criados. Entre as novas marcas instaladas no município nos últimos meses estão Pochet, Varian, Coexpan, Havan, Tauste, MRS, WAGO, Cavanna, Tenda e Voa SP.

Desburocratização

Para estimular a abertura de novas empresas em Jundiaí, foi criado o GTT Competitividade, um grupo técnico de trabalho formado pelos gestores das unidades envolvidas nos procedimentos para licenciamento de atividades no município.

Depois de 90 dias de reuniões e discussões, o grupo irá definir medidas que serão adotadas a partir de então.

Segundo o gestor de Governo e Finanças, José Antônio Parimoschi, entre as medidas em análise para promover a desburocratização da prefeitura estão a melhora no fluxo dos processos e a informatização de todos os procedimentos.

"A ideia é que o empreendedor consiga acompanhar o processo eletronicamente para agilizar ainda mais o andamento", destaca.

Fonte: G1.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad