Obras de Pedro Sabiá estampam novas camisetas do Braille - Itupeva Agora

Agora

22 setembro, 2017

Obras de Pedro Sabiá estampam novas camisetas do Braille

Pedro Sabiá e a voluntária do Braille, Márcia Lourenção Delamanha: camisetas estão à venda na entidade e na Galeria do artista
O artista plástico Pedro Sabiá, natural de Jundiaí, cedeu duas de suas obras para estampar as novas camisetas do Instituto Jundiaiense Luiz Braille de Assistência ao Deficiente da Visão. O ato voluntário e gratuito se transformou em lindas peças, que já estão à venda no Bazar da entidade e na Galeria do artista, no Shopping SerrAzul. Cada camiseta custa R$ 40 e o valor arrecadado será utilizado nas oficinas desenvolvidas pela Reabilitação.

No passado, Sabiá já havia doado quadros à entidade. Este ano, a ideia surgiu graças ao trabalho da voluntária Márcia Lourenção Delamanha, que levou os assistidos da Reabilitação a uma visita à Galeria. Duas obras foram escolhidas pela equipe da entidade, com a ajuda da coordenadora da Reabilitação, Márcia Kinal: “Pássaro” e “Bambus”. Ambas têm a marca registrada do artista, a joaninha.

“Para o Braille é motivo de orgulho ter obras do reconhecido artista Pedro Sabiá em suas camisetas”, disse o presidente da entidade, Antônio Finatti Pacheco.

Estão à venda baby looks nos tamanhos M, G, GG e EG e camisetas P, M, G e GG. O Bazar do Braille funciona às quartas-feiras, das 9 às 16 horas, na avenida Dr. Sebastião Mendes Silva, 539, no bairro Anhangabaú. O telefone é o (11) 4523-6552.


Talento

Artista plástico autodidata, Pedro Sabiá teve sua criatividade revelada ainda na infância. Durante mais de vinte anos, desenvolveu a bem-sucedida carreira como artesão de madeiras, até que começou a passar seus desenhos e motivos para as telas, revelando o talento para a pintura.

Desde 1993 dedica-se à pintura, usando uma linguagem lânguida, representando homens e mulheres, doces e meigas, pássaros excêntricos, janelas com grandes horizontes, peixes e bambus, entre outros. Extremamente criativo e vinculado ao tridimensional, invade o espaço do quadro com perfurações e entrelaçados, usando materiais como cordas, ilhoses, macramês e tubos de PVC.

Todas as suas obras têm uma marca registrada: a figura de uma “joaninha”. “Esta marca surgiu devido a um acidente de trabalho. Uma gota de tinta caiu no quadro e secou sem eu perceber, surgindo então a ideia de transformá-la em uma joaninha. Este tem sido meu talismã da sorte”, conta.

Em 2009, começou a desenvolver uma linha de poltronas, cadeiras, bolsas, colares, anéis e pulseiras femininas inéditas com um design original. Para conhecer mais sobre o trabalho de Pedro Sabiá, acesse facebook.com/artistapedrosabia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad