Grendacc é furtado em meio a impasse com o Ministério da Saúde sobre hospital - Itupeva Agora

Agora

16 agosto, 2017

Grendacc é furtado em meio a impasse com o Ministério da Saúde sobre hospital

Segundo o G1 a unidade em Jundiaí anunciou o fechamento em junho por falta de dinheiro. Presidente da instituição informou que a pasta cancelou reunião na terça-feira.

Em meio ao impasse do credenciamento com o Ministério da Saúde, o hospital do Grupo em Defesa da Criança com Câncer (Grendacc), em Jundiaí (SP), foi furtado na madrugada desta terça-feira (15). A unidade - inaugurada em janeiro deste ano - anunciou o fechamento em junho por falta de dinheiro. Segundo a assessoria do hospital, quatro grelhas de chão e uma porta de alumínio da casa de resíduos foram levadas. Ninguém entrou na instituição.


Impasse

O hospital tenta desde março se credenciar para receber o repasse do Ministério da Saúde. Sem o credenciamento do SUS, os administradores dizem que não tem como manter a estrutura funcionando. Para fazer o credenciamento federal, a entidade se baseava nas regras do Ministério da Saúde que não exigiam número mínimo de leitos. No dia 22 de março deste ano, os documentos foram protocolados no sistema e uma semana depois foram rejeitados.

No entanto, foi no dia 31 de março - nove dias depois - que o Ministério da Saúde divulgou uma portaria exigindo, no mínimo, 60 leitos para credenciar um hospital. Os representantes do Grendacc esperavam que o ministro da Saúde mudasse a posição e credenciasse o hospital.


Reunião cancelada

No dia 3 de julho, o presidente da República Michel Temer recebeu uma comitiva de Jundiaí para tentar resolver a situação do hospital. No entanto, mais de um mês depois do episódio, o caso do hospital continua sem solução.

Nesta quarta-feira (16), a presidente do Grendacc de Jundiaí, Verci Bútalo, emitiu uma nota dizendo que uma reunião marcada para a última terça-feira no Ministério da Saúde, em Brasília, foi desmarcada de última hora. "A desculpa foi a de que o ministro havia sido convocado pelo Presidente para estar com ele no Palácio do Planalto nessa tarde de terça-feira. E assim lá voltamos nós para Jundiaí, para continuar na incerteza de como tudo isso vai terminar", escreveu Verci Bútalo na nota.

A TV TEM questionou o Ministério da Saúde sobre o caso do Grendacc, mas ainda não recebeu um posicionamento.

Fonte: G1.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad