Governo autoriza Concurso Público para contratar 2,4 mil novos PM's até 2018 - Itupeva Agora

Agora

28 julho, 2017

Governo autoriza Concurso Público para contratar 2,4 mil novos PM's até 2018


O governador do Estado de São Paulo, autorizou novos concursos públicos para a Polícia Militar (PM/SP). Serão 2.421 vagas, sendo 2,2 mil para soldados e 221 para alunos da escola de oficiais Barro Branco.

A publicação dos editais deve ocorrer até meados do segundo semestre, com preenchimento das vagas em 2018, de acordo com a autorização governamental. O concurso foi anunciado pelo governador na última terça, dia 25, durante evento realizado no Palácio dos Bandeirantes, para a entrega de 72 viaturas para a corporação.

Para concorrer aos dois cargos é necessário ter concluído o ensino médio, ter no mínimo 1,60m se for homem ou 1,55m se for mulher e idade entre 17 e 30 anos. A regra determina que a pessoa tenha no máximo 30 anos na data da posse, que deve ocorrer até meados de 2018. É importante ficar atento a essas regras.

Salários variam de acordo com a função

A remuneração inicial dos soldados é de R$ 2.992,54, sendo o salário de R$ 2.357,76 e o adicional de insalubridade de R$ 634,78. A evolução dos praças na carreira militar demanda tanto tempo de experiência, quanto rendimento profissional, além da participação nos concursos internos. Para os ingressantes no curso de oficiais, que tem duração de 4 anos, o inicial é de R$ 2.946,54, já considerando o adicional de insalubridade de R$ 634,78. Ao longo dos anos o salário vai sofrendo reajustes: no segundo ano, com o adicional, a remuneração vai para R$ 3.106,99, passando para R$ 3.414,53 no terceiro e R$ 3.690,23 no último. Após um período de seis meses a um ano de conclusão, os aprovados passam a ser aspirante a oficial, com inicial de R$ 6.037,35. Ao se tornar segundo tenente, o valor sobe para R$ 6.353,79.
Seleção

O concurso de soldado é composto de seis etapas, com provas objetivas e dissertativas (redação), testes de aptidão física, inspeção de saúde, avaliação psicológica, avaliação de conduta social e análise de documentos. As informações são da Imprensa Policial.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad