Funcionários tentam achar dono de carta perdida em empresa funerária: 'Eu te amo. Melhora' - Itupeva Agora

Agora

Post Top Ad

12 julho, 2017

Funcionários tentam achar dono de carta perdida em empresa funerária: 'Eu te amo. Melhora'


Segundo o G1 suspeita é de que bilhete encontrado em Jundiaí tenha sido escrito por uma criança. Funcionários de uma empresa que vende planos funerários estão mobilizados para encontrar o dono de uma carta perdida em Jundiaí (SP). No emocionante bilhete, o autor da carta, possivelmente uma criança, pede para que o pai melhore logo e deixe o hospital. O bilhete foi encontrado pelos funcionários na segunda-feira (10) e, desde então, é divulgado nas redes sociais para que o autor seja identificado.

“Pela letra, a gente suspeita que tenha sido uma criança que veio aqui acompanhada pela mãe e perdeu o bilhete. Outra coisa que faz a gente acreditar nisso é que diz que não pode entrar no hospital”, conta a assessora de atendimento, Gressi Martins.

O G1 teve acesso à carta; confira:

Eu te amo, melhora
Pai, eu te amo. Você tem que melhorar muito rápido. Você faz muita falta.
Pai, lembra que eu não podia entrar? Talvez eu possa entrar aí amanhã.
Pai, eu não acredito que você está no hospital e você é o melhor pai do Brasil todo e do mundo todo.
Pai, você é o melhor e faz esta cirurgia rápido.
Eu sinto muita falta de você e você é o melhor, e eu sinto muito não poder ver o senhor e não queria que você estive no hospital.
Beijos e abraços. Eu te amo, melhora.

Comoção

Ainda segundo Gressi, esta não é a primeira vez que uma carta é encontrada na loja. Há alguns anos, outro bilhete foi achado na recepção e também era de uma criança para o pai. “Isso já aconteceu outra vez. Era uma menina que tinha feito a carta para o pai e a mãe deixou cair na loja ao pegar o carnê, mas infelizmente o homem morreu”, lembra. A nova carta comoveu os funcionários da empresa, localizada na avenida Professor Luiz Rosa, na Vila Padre Nóbrega.

“A gente quer ter o máximo de divulgação para poder ajudar a criança e também o pai. Quem sabe essa história não tem um final feliz”, ressalta Gressi. As informações são do G1.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad