Itupeva não tem médico Neurologista, segundo leitora


Recebemos a reclamação da leitora 'Jéssica Ribeiro'  em nosso e-mail sobre a falta de um médico Neurologista em Itupeva.

Segundo o relato da leitora ela vem sofrendo com fortes dores de cabeça, ao buscar a Secretaria de Saúde do município foi informada que não há médico desta área na cidade, e que não tem previsão de contratação. Em recente pesquisa, que fizemos sobre os postos de saúde a queixa foi grande dos moradores em relação a falta de médicos especialista, demora no agendamento de consultas e medicamentos. Tentamos um contato com a prefeitura sobre o assunto, porém até o momento não obtivemos resposta.

A leitora nos pediu espaço para expressar sua indignação sobre seu caso:

Bom Dia , Estou revoltada e indignada, com a falta de comprometimento da prefeitura com a sua população, pelo seguintes motivos: Estou a algumas semanas com fortes dores de cabeça, resolvi ir no Hospital da cidade, porém la nada pode ser feito, tomei apenas uma medicação e recebi uma carta de encaminhamento para passar com o Neurologista, para descobrir a causa das minhas dores de cabeça. Fiz o procedimento correto, levei a carta para a UBS do centro, e me informaram para aguardar, que iriam entrar em contato. Resolvi me antecipar e ligar na Secretaria da Saúde no telefone 4593-2371 , onde la falei com o Bruno, e o mesmo me deu a noticia de que NÃO tem médico Neurologista na cidade, e a prefeitura ainda NÃO contratou, e NÃO tem previsão para contratar um, ou seja, nada vai poder ser feito, vou continuar com as minhas dores, sem saber a causa. A não ser que eu pague uma consulta particular, que não é tão "baratinha" como o Bruno me informou por telefone. É revoltante em saber que você paga por tais serviços, e não pode utilizar. Porque nós pagamos sim o SUS, tudo é tirado do nosso bolso, e quando mais precisamos, não temos como utilizar, não podemos usufruir de um beneficio que nos pertence. E garanto que não é somente eu que estou passando por isso. Mas não vou me calar como os demais, tenho meu direito de expor minha indignação e revolta. Por isso, venho através de vocês, pedir que me ajudem a divulgar. Publiquem em todas as redes, espalhem essa noticia, a população precisa saber, e precisa agir também. Muito obrigada, contou a paciente.''.

Alguém mais se encontra com o mesmo problema? Deixe seu comentário na matéria e expresse sua opinião sobre o assunto abordado.

0 comentários: