Itupeva busca título inédito com time formado somente por atletas itupevenses - Itupeva Agora

Agora

Post Top Ad

04 maio, 2017

Itupeva busca título inédito com time formado somente por atletas itupevenses


A noite desta quinta-feira será especial. É a primeira vez que o time de futsal de Itupeva está na final da Copa TV Tem, um campeonato que todo ano reúne equipes muito fortes e com atletas experientes.


“Algumas cidades investem muito na Copa TV Tem, contratam jogadores de outros municípios para montar um time forte e brigar pelo título. Esse ano, optamos por valorizar os meninos da cidade. Muitos estão com a gente desde crianças e eu acompanho o treinamento há anos. Conheço a capacidade de cada um””, destaca o professor Cláudio José Batista, técnico do time masculino de futsal.
O professor chega a se emocionar quando fala da campanha e dos jogadores: “Definir o elenco foi um desafio e considerei o comprometimento com o time e os treinamentos, além de também valorizar alguns jovens atletas para montar um time competitivo. Eu sabia que o resultado poderia demorar um bom tempo para vir, mas me surpreendi, já que os frutos acabaram vindo rápido, antes até do que esperávamos.”
Emoção toma conta dos jogadores 

Após a confirmação de que estavam na final, quando venceram o time de Alumínio em Sorocaba, a emoção dos jogadores estava estampada no rosto. Agora, menos de 24 horas antes do jogo, o frio na barriga e o sentimento de orgulho já está nítido no depoimento de cada um.
Rômulo
"Eu sempre joguei futsal pela Prefeitura, cresci dentro desse ginásio (Dorival Raymundo), tendo aulas com o professor Cláudio e o Tilão, que hoje estão ao nosso lado. Eles fizeram parte da minha infância e adolescência. Estou muito feliz de poder fazer parte desse time, que aos poucos foi ficando mais confiante e hoje está 100% preparado para estar em uma final, principalmente desse campeonato, que é inédito para Itupeva. Acho importante destacar que hoje temos um time totalmente formado por garotos da base do futsal de Itupeva, ninguém contratado ou de outras cidades. Somos um time que ganha na raça, e isso é uma das nossas características mais fortes” – Goleiro, Rômulo Soares.
Renan
“Ainda parece que isso não está acontecendo comigo, até parece que estou sonhando. Chegar em uma final da Copa TV Tem é muito difícil. No começo a equipe de Itupeva era ‘bônus’ para a maioria das outras equipes. Ninguém, além de nós mesmos, acreditávamos que poderíamos chegar onde estamos, mas com a união de toda a equipe mostramos que um time sem nenhum jogador de fora podia sim chegar longe. O nosso lema era subir um degrau por vez, matar um leão por jogo sem se precipitar, e não é que deu certo? Decidir o primeiro jogo em casa vai ser mais um sonho realizado, vamos poder contar com o apoio da nossa torcida e mostrar que fizemos história. Estamos a dois degraus do título, mas independentemente do que aconteça, eu tenho orgulho de toda equipe e de defender a cidade” – Renan Randa
Davi
“O Cláudio é um pai no futebol para mim. Estou muito feliz em estar jogando na cidade onde fui criado e de ver que a população está lado a lado com o time. Além da união, o essencial de chegarmos até essa final, com certeza, foi a entrega de todos dentro de quadra e a vontade de defender e buscar o título para a cidade e realmente entrar para a história de Itupeva” – Davi Boletta
Guilherme
“Chegar a uma final é um sonho realizado, o jeito foi nunca desistir e sempre acreditar que um dia disputaria uma final e hoje estamos aqui. No decorrer do campeonato fomos acreditando que era possível. A ansiedade tem tirado o meu sono e ouvir da minha filha que ela não vê a hora de começar o jogo porque sabe o quanto essa final significa para mim, não preciso nem dizer mais nada do que estou sentindo para esse grande momento da cidade e de nós, atletas. Jogar em casa é muito importante para que possamos ser reconhecidos pelo nosso esforço por representar a cidade, muitas vezes saímos direto do trabalho para o jogo, chegamos tarde da noite e que a partir de agora o esporte em Itupeva possa ser valorizado da maneira que merece, não só no futsal, mas em todas as categorias” – Guilherme Ito.
Gustavo
“O Cláudio é uma pessoa com quem aprendi muito, ele é muito observador, conselheiro e parceiro demais. Admiro muito, o considero como um pai para mim. Chegar a essa final representando a cidade não tem explicação. A cidade sempre teve meninos que jogavam bem, mas não tiveram oportunidade e hoje, olha só, chegar na final só com jogadores de Itupeva é o mais gratificante. Isso graças ao Cláudio, que desde o começo deu a cara a tapa para ter só itupevense no time e é isso que todos valorizam, o grupo está fechado desde o começo e se chegamos aqui, não foi por sorte, foi por amor em jogar futsal e representar a cidade. Provamos que se ganha não só na técnica, mas também na vontade, na raça, na união e, principalmente, na força que esse time tem, nunca joguei num time assim, que fez história e será sempre lembrado. Espero que a população vá nos apoiar, vá ao ginásio torcer, o fator casa vai nos ajudar e muito!” – Gustavo Lima
O time é formado por Rômulo e Bertão (goleiros), Lucas Leandro, Gustavo Lima, Guilherme Ito, Gabriel Fernandes, Lucas Paixão, Renan Randa, Davi Boleta, Preto do Monte, Vinícius Teixeira, Júlio Cesar, Thiago Romera, Alexandre Silva, Leonardo Machado, sendo que 7 jogadores são do Sub-21. Além do técnico Cláudio, a equipe conta com apoio dos professores Glauco R. Siveira, de Oscar Zacarias (Tilão), e do coordenador da modalidade na Prefeitura e técnico do time feminino, Rafael Betelli.
Para a primeira partida da final, nessa quinta-feira (4) Itupeva está determinada a buscar a vantagem. Atuando em casa, o técnico espera contar com o apoio da torcida e sair com um resultado positivo.
O jogo será no ginásio Dorival Raymundo, às 20h45. Antes disso, a partir das 19h45, a bola já estará rolando pela semifinal do torneio feminino, com São Roque enfrentando Sorocaba e Itupeva encarando Itu, buscando também uma vaga na final.
A Prefeitura vai garantir uma grande estrutura para o evento, com apoio da Guarda Civil Municipal e da Polícia Militar na segurança; da Diretoria de Trânsito – DITRAN para organizar o acesso até o ginásio; da secretaria de Saúde, com ambulância disponível para qualquer eventualidade; e a lanchonete no ginásio também estará funcionando. Vale destacar que não será permitido o consumo e nem o acesso com bebidas alcóolicas ou objetos que forneçam risco, como bandeiras com mastro, etc. A secretaria de Esportes e Lazer solicita também ao público que contribua com a doação de um quilo de alimento não perecível (não obrigatório).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad