Alien: Covenant” é de tirar o fôlego


A tão esperada estreia do filme Alien: Covenant, que faz parte da famosa sequencia iniciada com “Alien - o Oitavo passageiro” em 1979 vem tirando o fôlego de muitos fãs por onde passa.

A história que se desenrola 18 anos antes do primeiro filme, trilha o caminho de Prometheus em busca de respostas sobre a origem da humanidade. Viajando pela galáxia, a nave colonizadora Covenant tem por objetivo chegar ao planeta Origae-6, que fica distante da Terra. Um acidente, antes de chegar ao seu destino faz com que Walter (Michael Fassbender), no papel de um andróide, seja obrigado a despertar o restante da tripulação. Em Alien: Covenant, a nave colonizadora tem como objetivo colonizar outro planeta, quando no meio do caminho – uma transmissão é interceptada. Os tripulantes ficam interessados na transmissão e resolvem ver se é um curso mais viável para chegar ao planeta para o qual estavam indo inicialmente. Enquanto lutam para reparar estragos ocorridos por um acidente cósmico – percebem a existência de um planeta que possui as condições necessárias para abrigar vida humana. Só não esperavam encontrar habitantes tão indesejáveis, dando inicio a uma caçada implacável e sanguinária por parte dos anfitriões.

Para o público que não acompanha a sequencia - vale a pena dar uma olhada em Alien, o Oitavo passageiro e ao filme Prometheus (2012). A franquia de Alien, se esforçou para manter a originalidade, com efeitos especiais de prender o fôlego em vários momentos. Para conseguir os efeitos, a equipe utilizou a “remasterizarão dos sons” do primeiro filme de 1979, criando a tensão esperada. É um ótimo filme para quem gosta de “viajar no tempo” através da ficção cientifica.

Por Camila Rosa Bueno

0 comentários: