Rápido Luxo é multada e ônibus recolhidos após denúncia - Itupeva Agora

Agora

21 fevereiro, 2017

Rápido Luxo é multada e ônibus recolhidos após denúncia


Fiscais da Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo (ARTESP) estiveram em Cabreúva nesta terça-feira, dia 21, atendendo solicitação do prefeito Henrique Martin, que tem recebido muitas queixas da população dos péssimos serviços prestados pela empresa Rápido Luxo Campinas no município.
Em reunião com representantes da ARTESP na última sexta-feira, dia 17, o prefeito cobrou uma fiscalização mais intensa nos ônibus que fazem o transporte intermunicipal de passageiros, tendo em vista que esse serviço é regulado pelo Governo do Estado e não pela Prefeitura.
“Vamos continuar defendendo nossa população que merece um transporte digno. Não aguentamos mais esse descaso e essa falta de respeito com nossos moradores”, afirmou o prefeito Henrique Martin.
Operação

Desde as 8 horas os fiscais da ARTESP, acompanhados pelo fiscal do transporte municipal, Eduardo Oliveira, verificaram todos os ônibus que chegavam à Rodoviária Moacyr Vaz e registraram 14 autuações, 05 notificações e fizeram mais 05 recolhimentos de veículos de circulação, neste caso devido à vistoria vencida. A empresa foi multada por diversas irregularidades e deverá se adequar, de acordo com a ARTESP.

Quem é responsável pelo transporte intermunicipal?

A ARTESP é a responsável por implementar a política estadual de transportes e exerce o poder regulador para a prestação de serviços adequados, ou seja, é de sua responsabilidade, e não do município, zelar pelo transporte intermunicipal e estimular a melhoria da prestação dos serviços públicos de transporte.
A população deve registrar suas reclamações quanto à má prestação de serviços da Rápido Luxo Campinas na ouvidoria da ARTESP, através do telefone: 0800 727 8377 – o atendimento está disponível 24 horas por dia, todos os dias da semana. As reclamações também podem ser feitas pelo e-mail: artespouvidoria@sp.gov.br. Através do e-mail podem ser enviadas fotos e reclamações, lembrando sempre de, se possível, conter na foto ou no texto da reclamação o prefixo e placas do coletivo, para que a fiscalização possa atuar da melhor forma possível.

Fonte: Jornal da Região.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad