Polícia Civil procura candidato suspeito de atirar em cabo eleitoral no Hortênsia - Itupeva Agora

Agora

Post Top Ad

17 novembro, 2016

Polícia Civil procura candidato suspeito de atirar em cabo eleitoral no Hortênsia

Mandado de prisão saiu essa semana e homem não foi achado em Itupeva.
Candidato a vereador tinha se entregado em outubro, mas foi liberado.


O candidato a vereador da cidade de Itupeva (SP), José Carlos de Morais, suspeito de atirar em um cabo eleitoral no dia da eleição do primeiro turno, que ocorreu no dia 2 de outubro, está sendo procurado pela Polícia Civil.

Segundo a polícia, o mandado de prisão saiu essa semana e, até esta quinta-feira (17), José Carlos não foi encontrado. O suspeito contou na delegacia que atirou quatro vezes em Rafael Gonsales, de 24 anos, por legítima defesa. Os tiros atingiram o rosto, o pescoço e os braços. Rafael ficou internado no hospital São Vicente e teve alta no dia 3 de outubro.

O candidato a vereador tinha se entregado à polícia no dia 11 de outubro. Ele foi interrogado na delegacia e iria responder em liberdade por tentativa de homicídio.

A ocorrência foi registrada em frente a uma escola municipal no Parque das Hostênsias, quando Rafael prestava serviço ao candidato à prefeitura de Itupeva, Ricardo Bocalon (PSB).
Segundo testemunhas, os dois teriam discutido e o candidato a vereador disparou quatro vezes contra o cabo eleitoral.

Resultado

Com um total de 111 votos, José Carlos Morais ficou em 69º lugar na eleição à Câmara Municipal, e não foi eleito. Já Ricardo Bocalon recebeu 12.362 votos e conquistou a segunda colocação ao cargo no Executivo, perdendo para Marcão Marchi (PSD), que ganhou com 13.401 votos.

Fonte: Portal G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad